terça-feira, 4 de outubro de 2011

JANELAS DA VIDA


Abra a janela do teu coração e deixe a alma arejar!
Sabe aquele cheiro de mofo de sonhos que envelheceu e você
nem se deu conta?
Deixe que o vento leve para longe...
Deixe a luz inundar tudo, apagar as marcas das decepções,
as tristezas das derrotas e da mania de sofrer por sofrer e
acima de tudo, permita que o sol derreta o gelo da solidão.
Apaixone-se por um sorriso e sorria junto,
ilumine as janelinhas dos olhos...
Ame a pessoa que o espelho reflete todas as manhãs.
Faça florescer todos os campos que sua vista alcança.
Vá além, muito além....
Abra a janela da vida e seja pleno em cada coisa ainda
que pareça pequena.
Viva com a espontaneidade de uma criança.
Debruce na janela e não olhe a vida passar através dela...
Viva!


(desconheço o autor)

Um comentário:

Maria Josefa disse...

Olá Sabrina!
Lindas palavras, adorei ler!
É o que temos que fazer, VIVER cada momento, nos deixar levar pelas coisas belas, por pensamentos lindos, nos amar antes de tudo!
Um lindo dia prá voce!
Um abraço,
Maria Josefa
*************